Obesidade e Sono

Sono

Estudos realizados pela OMS (Organização Mundial de Saúde) mostram que mais da metade dos homens brasileiros (52%) e 44% das mulheres estão na faixa do sobrepeso. E ainda, o estudo revela que cerca de 15% da pessoas é obesa.

Outro estudo realizado pelo Instituto de Medicina e do Sono mostraram que a falta de sono influencia na atividade metabólica do corpo, aumenta nos níveis do colesterol (relacionado ao estresse) e baixa capacidade de produção da glicose, que reflete no aumento do apetite e redução do consumo de calorias ingeridas.

É notável que um sono adequado reflita no desempenho nas tarefas realizadas durante o dia, mas também há sérios reflexos em longo prazo na saúde.  Um dos exemplos básicos é a produção do hormônio do crescimento (GH – Growth Hormone) acontece durante a primeira fase do nosso sono profundo, cerca de meia hora após adormecermos. Além disso, ele evita que a gordura se acumule, aumenta o tônus muscular, combate osteoporose e melhora o desempenho físico.  Existem estudos que provam o reflexo na falta de sono na produção do hormônio.

Outro hormônio produzido durante o sono é a leptina, hormônio que controla a saciedade.  Aquelas pessoas que permanecem mais tempo acordado, produzem menos o hormônio leptina e conseqüentemente sentem mais vontade de ingerir mais carboidratos.

O sono é vital par uma qualidade de vida melhor tanto fisiologicamente quanto psicologicamente, portanto podemos ver a clara ligação entre o sono e obesidade nas pessoas. Pesquisas realizadas por um instituto de americano demonstrou que a cada hora de sono a menos aumenta em 20% a possibilidade de um aumento de peso. Acredita-se que o ideal seja pelo menos 7 horas de sono diários, para uma qualidade de vida adequada sem conseqüências para a saúde.

O sono não deixa de ser uma atividade de relaxamento e prazer, portanto as condições para o mesmo devem ser atentamente observadas. Um travesseiro é chave para um bom sono.

Uma sugestão de travesseiro são aqueles com altura regulável e com alpino de corpo, o que aumenta a circulação na área de contato com o corpo e provoca uma sensação de bem estar maior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *