Cochilo depois do almoço não engorda e ainda melhora desempenho

Cochilo depois do almoço não engorda e ainda melhora desempenho

Uma tradição europeia vem chegando ao Brasil que são as áreas de descanso com cabines individuais destinadas aos cochilos pós-almoço. Nos últimos meses foi inaugurada uma nova área na Avenida Paulista em São Paulo.

Porém, criou-se um mito de que o cochilo após o almoço ocasionasse ganho de peso. Você acredita nisso? Vamos nesse artigo tentar esclarecer essas dúvidas que a maioria das pessoas ainda tem.

Segundo nutricionistas, o cochilo pós-almoço não é fator determinante para ganho de peso, pois o ganho de peso está ligado a uma alimentação desequilibrada, onde a pessoa adquire mais calorias que consegue consumir. O conhecido sono depois do almoço é comum, devido a parte do fluxo sanguíneo direcionado a tarefa de digestão, portanto para evitar sono excessivo é recomendado evitar comidas em grande quantidade e muito gordurosas.

Um fator que determina ganho de peso está diretamente a estilo de vida da pessoa, por exemplo, se o trabalho da pessoa é em sua maioria sentado em frente o computador há grandes possibilidades de que essa pessoa tenha tendência a excesso de peso. Uma das dicas para emagrecer no trabalho é que essa pessoa compense fazendo algum tipo de atividade física.

Ganhos em Produtividade

Ao contrário de que muitos imaginam a soneca depois do almoço traz mais benefícios que malefícios. Segundo estudos realizados, um cochilo médio de 15 a 30 minutos melhora significamente o desempenho do trabalho. Algumas empresas já observaram esse efeito e estão adotando esses espaços de descansos para que seus funcionários relaxem depois do almoço.

Mas é difícil afirmar que a soneca forneça mais energia para pessoa depois do almoço, pois cada organismo reage de uma forma.

7 razões para tomar água

7 razões para tomar água

Você já deve ter ouvido que devemos ingerir cerca de dois litros de água por dia.Mesmo sabendo que a água é essencial, muitas pessoas ainda não mudam seus hábitos.

Por isso estamos aqui para levantar 7 razões para começar a ingerir mais água:

1. Digestão: a água está diretamente ligada a todos os processos da digestão, desde da formação da enzimas, saliva e suco gástrico.
2. Sem inchaços: Sem uma ingestão adequada de água o volume de sangue também diminui, e assim, demora mais a distribuição de sais minerais e vitaminas para as extremidades do corpo. Além disso, uma boa irrigação evita acúmulo de sódio, que ocasiona o inchaço.
3. Temperatura: a transpiração é a resposta do corpo para evite mudanças de temperatura e fazendo com que o se adapte ao novo ambiente.
4. Reduz infecções: Um corpo adequadamente hidratado, garante que as células de defesas do organismo sejam nutridas por importantes sais mineiras, como o ferro.
5. Desintoxicação: Grande parte das toxinas do corpo é retirada através do suor e da urina. Por dia eliminamos um litro e meio de água pela urina e um copo de água pelo suor. Uma boa saúde deve muito a uma boa ingestão de água.
6. Absorção de alimentos: quantidade adequada de água garante um bom transporte de nutriente para as células do corpo, além de ser necessário para absorção dos nutrientes.
7. Ajuda a emagrecer: As fibras solúveis, que podem ser encontradas na aveia e frutas, incham como esponja e dão maior sensação de saciedade. Também a água é usada para “matar a fome” temporariamente, porém, como a água não sofre digestão, essa sensação some muito rápido.

Tipos de música afeta atividades físicas

Tipos de música afeta atividades físicas

Tipo de música interferem nos exercícios

Roupas, tênis e escutar músicas são ótimas opções conhecidas para quem deseja aumentar o seu rendimento durante seu treino (seja ele aeróbico ou não), porém uma escolha adequada da sua playlist (lista de músicas) é ideal, e tem reflexo direto no seu rendimento. Isso o que foi apontado num estudo publicado na Revista Brasileira de Psicologia do Esporte, feito por Marcelo Biglassi.

Ouvir música durante as atividades físicas também já foram alvo de estudos, onde foram altamente recomendadas. A trilha sonora do filme de Rocky Balboa (A Eye of the Tiger) foi estudada inúmeras vezes devido a seus resultados positivos na atividade física. Tal sucesso é devido à mudança de foco para música, ao invés de cansaço e dores.

Primeiramente, para montar uma lista de músicas ideais para ouvir durante o treino é primordial que selecione as músicas de acordo com o gosto pessoal. Outro ponto é escolher uma música de acordo com o bpm (batimentos por minuto) da música e que sejam sincronizadas com a atividade física. Um exemplo simples é escolher músicas que as batidas encaixem na sequências de passos realizados durante sua caminhada ou corrida.

Não existe nenhuma proibição quanto a estilo musical. Biglassi, em seu estudo, ressalta quem a lista de músicas deve trazer a mente recordações boas e revigorantes para “dar um gás e que a pessoa continue fazendo a atividade”.

Devemos salientar que escutar uma música com bpm incorreta pode afetar o desempenho do treino, porém não traz nenhum prejuízo ao corpo.

Como medir o BPM

Existem diversos aplicativos que podem ser facilmente pegos na internet que servem para identificar os batimentos por minutos de qualquer música, mas indica-se discutir com um professor de Educação Física qual a melhor música para sua atividade.

Uma música ideal para uma corrida deve ter, em média, 120 a 145 bpm e entre 115 e 125 bmp para uma caminhada moderada.

Tipos de músicas para cada tipo de treino

Uma pessoa que faz musculação e também faz algum tipo de treino aeróbico é recomendado fazer duas playlist diferentes, pois cada tipo tem uma batida diferente.

Uma música muito rápida para um treino de hipertrofia causa uma diferença rítmica entre a atividade e a música, o que não é recomendado. É complicado ter achar uma música que sincronize com as séries de musculação, por esse motivo Biglassi recomenda músicas motivacionais.

Para treinos de alongamento, antes de outras atividades, a playlist deve ser composta de musicas mais calma e relaxante.

 

 

Qual a seu tipo predileto de música para sua atividade física? Qual a sua lista de músicas preferida?

Não deixe de compartilhar conosco.

Página 3 de 1212345...10...Última »