Maionese é ruim para dieta?

A maionese já foi considerada uma das principais vilãs do nosso dia a dia, pois era extremamente calórica e com muitas gorduras.

Porém esse cenário mudou muito nos últimos anos. As receitas da maionese atuais restringem a quantidade de calorias e gorduras maléficas para o organismo. Hoje, as maioneses industrializadas passaram por modificações em sua linha de produção diminuindo a concentração de ovos e óleo, dando lugar a mais água em sua composição.

A terrível fama das maioneses calóricas e gordurosas vinha das receitas caseiras, que traziam consigo o dobro de calorias, em média, 76 calorias em uma colher de sopa da versão caseira contra 40 calorias na versão industrializada. E ainda existem maioneses light que são menos calóricas ainda, 12 calorias.

Mas mesmo assim, para você que deseja emagrecer, o consumo da maionese deve ser controlado e usado em intervalos intercalados com outra fonte de gorduras boas, um exemplo seria o azeite extra-virgem, frutas oleaginosas e óleo de canola.

Outra vantagem da maionese industrializada é aumentar a saciedade promovendo uma menor ingestão de alimentos calóricos. Experimente usar a maionese para temperar uma salada no inicio das refeições, isso irá aumentar sua saciedade, pois os lipídios demoram mais para ser digeridos e evitará possíveis excessos nas outras refeições. O uso indevido da maionese que dificulta o emagrecimento, e não está ligado a ela diretamente, mas ao consumo exagerado dos prato que a acompanha (lanches e porções).

A maionese possui boas gorduras,  monoinsaturadas e polisaturada, além de ácidos graxos, ômega-6 e ômega-3.

Um cuidado que todos devem ter é quanto a refrigeração adequada da maionese, mantenha sempre a geladeira pelo prazo estabelecido pelo fabricante. Já na versão caseira, deve ter atenção dobrada quanto a bactéria salmonela, vinda de ovos crus que são usados na fabricação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *